ads

Confira o Relato do Parto Humanizado de Eliete

Publicado por Doula Brasil em

relato de parto

Relato de parto Eliete

Copia-de-Copia-de-Fale-Conosco-1-1-300x254 Confira o Relato do Parto Humanizado de Eliete

Em uma bela sexta feira (15/02/2019), durante o dia, comecei a sentir leves pressões na barriga, como se algo a pressionasse para baixo, mas não passou disso. Como eu não sabia que já era a Estela avisando que queria chegar, continuei o meu dia normalmente rsrsrs, trabalhei, depois fui com meu esposo jantar. No restaurante, me veio uma dose de emoções. Comecei a ficar angustiada e não sabia do que se tratava. Agilizei a volta para casa e na estrada comecei a chorar. Ao chegar em casa, arrumei várias coisas, já estava mais calma, então fomos namorar rsrsrs, pois minha doula querida disse que ajudava no trabalho de parto e ela tinha razão!Por volta de 1h:00 da manhã, fomos assistir TV, eu cansada peguei no sono, porém às 3h:00 da manhã (16/02/19), surgiu um sangramento. Super tranquila, tomei banho e fui para a Maternidade Brasília. Quando entrei na porta, tive certeza que já sairia de lá com a minha doce Estela, mesmo vários médicos falando que ela não iria nascer naquela semana.

Passei o dia em observação com sangramento, mas não sentia dor. Naquele momento aproveitei para descansar porque precisaria de energia mais tarde! Em todos os exames, eu e a Estela estávamos ótimas. Nesse período a Nathália (doula e amiga) foi essencial, estava em contato com meu esposo, que estava me acompanhando.

Por volta das 17h:20, comecei a sentir leves cólicas. Fui trabalhando a respiração, conforme orientada pela Nathália nas visitas que ela tinha feito à minha casa. Nesse período meu esposo estava dormindo e eu trabalhando e me conectando com a Estela. Ele acordou por volta das 19h:00 e ligou para a Nathália. Nesse momento as contrações foram aumentando.

Nathália chegou na maternidade por volta das 23h:00. Quando ela chegou no quarto, me senti muito segura e sabia que com a ajuda dela eu iria dar conta do parto normal, pois tinha me preparado e fui muito bem orientada por ela. À medida que meu corpo trabalhava, passava um filme na minha cabeça das orientações da Nathália, isso facilitou muito. Cada contração para mim era uma alegria, pois assim eu sabia que estava mais perto da Estela nascer. Em momento algum pensei em cesárea ou anestesia, mas estava aberta se fossem necessárias. A saúde e segurança naquele momento é o que importava. Trabalhei na minha mente que a opção dela nascer era de parto normal. Tive um grande incentivo, pois na minha família a maioria das mulheres fazerem parto normal, só a minha mãe teve 6 rsrsrs.

Às 2h da manhã estava com 10 centímetro de dilatação. A médica maravilhosa me enviou para sala de parto humanizado e às 02:17h a Estela nasceu. Em 4 contrações ela veio, lembrando que coloquei força em 3 contrações. O ideal é não colocar força, mas na hora o meu corpo pediu e eu obedeci. Naquele momento a maternidade estava muito tranquila. Eu terminei de parir e me senti muito forte, mas além da força superior que acredito que recebi, teve os exercício maravilhosos da Nathália, a energia boa, a delicadeza e a mão santa dela fez toda diferença.

Que eu teria parto normal sempre tive certeza, mas que seria tranquilo e lindo só tive certeza depois que conheci a Nathália! Não pretendo engravidar novamente, mas se isso acontecer, Nathália já faz parte do enxoval!

O meu parto foi melhor do que eu imaginei, meu esposo que era medroso foi incentivado pela doula a participar e ele amou. A ligação que ele tem com a Estela tem muita relação pelo fato dele ter participado e ajudado no parto. Hoje sou grata especialmente ao Rafael meu esposo e a Nathália por estarem ao meu lado naquele momento de muitas emoções, e toda minha família que rezou muito para que tudo desse certo.

Se interessou pelo assunto?

Se profissionalize e/ou tenha o acompanhamento de uma doula


0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *